Os elementos da natureza se levantarão contra os homens ímpios e purificarão a Terra

Recebido domingo, 5 de maio de 2013, 18:00

Virgem Maria a mensageira "Pequena Orquidea":

Meus filhos, convido-os a uma verdadeira adoração ao Meu Filho Jesus. Que arda em amor os vossos coraçõezinhos, que arda de zelo pelo Senhor da vida. Jesus, espera por vós no Sacrário, para aliviar vosso cansaço, vosso sofrimento. Deixai-vos ser aliviados por Aquele, que deu Sua vida por vossas vidas, filinhos! Então compreendereis a missão que Deus tem para cada um de vós. E executareis em prontidão e disposição tudo que o Pai deseja de vós.

Os homens deste tempo não ouvem o chamado de Deus, e levados pela ambição mundana se afastam da Verdade, e afastados viciam no pecado, que gera a violência, que matam uns aos outros. Eis a situação desta pobre Humanidade, guiada pela idolatria mundana, esquecida de seu Deus. A natureza corrompida geme no seu transe de dor pela iniquidade nela contida. Que os homens desta geração convertam-se, pois o que estais a plantar colhereis: dor.

Meus filhos, é com pesar no Meu coração, que transmito para vós acontecimentos futuros em que tereis que passar, os elementos da natureza se levantarão contra os homens ímpios e purificarão a Terra.

Filha, o que vistes na visão noturna não foi um sonho, mas a revelação dada por Deus do que sucederá com esta pobre Humanidade. Oh, quanta dor os espera! Pobres homens sem fé! Mas a vós, Meus filhinhos, que se põem a escuta do Céu e prostrados clamam por misericórdia a seu Criador, é dada Graças. Rezem, rezem, rezem, pois grande apostasia já domina o mundo e o que vem é apenas um sinal para o homem de que Deus existe. E Sua Justiça é poderosa para julgar com exatidão todas as criaturas e conceder-lhes o que lhe é de direito.

Escutem a voz da Mãe da Igreja, que fala pelos seus escolhidos. Ai da Humanidade, ai dos homens carnais, que usam suas línguas e pensamentos contra os ungidos do Senhor. Conversão, conversão, conversão! Eis para vós o Meu chamado maternal.

Abençoo-vos em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Visão noturna da mensageira:
Eu estava em cima de uma alta montanha de pedra, onde dava para ver vários reinos, cidades, grandes e pequenas ao longe, no meio de varias outras montanhas. Porem mais baixas da qual eu estava. Estava encantada com a visão. Mas de repente vi nuvens escuras descendo do céu sobre aquelas cidades e montanhas cobrindo-as como se fosse uma cortina enrolada, que ao desenrolar eram muitas águas como um mar negro medonho, que crescia e crescia até chegar aos meus pés. Tive medo e gritei por Jesus e Nossa Senhora. Olhei para todos os lados. Não tinha para aonde fugir. Foi um desespero e de repente como se acordasse de um pesadelo, sentei na minha cama e comecei a rezar. E novamente fui levada àquela montanha outra vez. Vi a nuvem descer do céu, tudo muito escuro, desta vez como uma onda gigante, varrendo tudo. Gritei: “Meu Deus, me ajude!” Não tinha para onde fugir, pois tudo se enchia daquela água preta e mal cheirosa e no meio muita gente morta, já boiando. Gritei para a Virgem Maria, e então olhei para traz e vi um portal acima e dentro havia um homem gigante como uma estatua de pedra, que não se movia. Tinha na sua mão um cajado, como ele não se mexia, gritei por Deus e Nossa Senhora para que desse vida àquela estatua para me ajudar. Ela se transformou em um Anjo, e com seu cajado foi fazendo barreiras para que a água não chegasse onde eu estava. Fiquei observando ele trabalhar com tanta prontidão, e não notei as águas se afastando. E nos lugares onde haviam cidades, já não tinha mais nada, só destroços e ao olhar para o Anjo, ele me chamou atenção para o outro lado, que surgiu e que estava seco e já plantado com muitas palmeiras, coqueiros e hortaliças. E ele me disse: “Quando houver este extermínio das pessoas, os que sobreviverem, sofrerão muito pelas doenças transmitidas por insetos. Cabe a vós rezar e clamar sempre por Deus.”

Estas águas vinham do espaço. Não era chuva, era um mar negro e foi despejado sobre a Terra. Deus, na Criação do mundo, separou as águas umas das outras. Deus fez o firmamento e separou as águas, que estavam debaixo do firmamento daquelas, que estavam por cima. (Genesis 1, 6-7)

Deus disse: "Que as águas que estão debaixo dos céus se ajuntem num mesmo lugar, e apareça o elemento árido." E assim se fez. (Genesis 1, 9)

As águas que estavam por cima não é mencionada na Bíblia.

Há um mar cristalino junto a Jerusalém Celeste; as águas fétidas da visão é a justa ira de Deus, que descerá sobre os homens.

 

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Quando copiam as mensagens, por favor informem a fonte: www.mariafala.org


























Maria fala mariafala Mensagens Divinas a mensageira Pequena Orquidea. Mensagens Divinas sobre o GRANDE ALERTA, o AVISO, a iluminação da consciência e a Segunda Vinda de Jesus Cristo. Mensagens sobre o GRANDE ALERTA, o Falso Profeta, o Anticristo, Anti-cristo, a Grande Tribulação, o Grande Castigo, a preparação para o Paraíso, o Novo Paraíso na Terra, o Fim dos Tempos, os tempos finais, o Apocalipse, a Marca da Besta, 666, o chip, microchip, e como preparar-se. O Livro da Verdade. A Bíblia. A Escritura Sagrada. Mensagens da Nossa Senhora, a Virgem Maria. Fatima, Garabandal. A pagina mariafala.org www.mariafala.org é uma missão de Deus, evangelização católica. Para salvar almas.